sábado, 31 de dezembro de 2016

O IPÊ-BRANCO DE FLORAÇÃO PROLONGADA ( Handroanthus avellanedae "Alba")

Entres as muitas belas espécies de ipês uma merece um destaque especial, o Ipê-Roxo ou Pau D'Arco (Handroanthus avellanedae ) que impressiona tanto pela fantástica florada como pela madeira de excelente qualidade. O que pouca gente sabe é que essa espécie apresenta uma variação bastante rara que produz flores na coloração branca .


Ficamos conhecento essa variedade através do saudoso Dr. Hermes Moreira de Souza, antigo responsável pelo setor  de Plantas Ornamentais do Instituto Agronômico de Campinas, na oportunidade ele nos trouxe alguns galhos (garfos) para enxertar e nos incumbiu de preservar essa rara variação que segundo ele só se manteria as características da planta através de propagação vegetativa.


Fizemos alguns enxertos desse ipê classificado por ele como Handroanthus avellanedae "Alba" e as poucas mudas que pegaram nós dividimos, as nossas foram plantadas aqui na Fazenda Citra em Limeira como matrizes para futuro fornecimento de material vegetativo para novas enxertias. Atualmente com plantas matrizes bem desenvolvidas iniciamos a enxertia em maior quantidade e os exemplares obtidos estamos fornecendo aos interessados em em plantas raras e diferentes. A enxertia vem sendo feita utilizando o Ipê-Roxo (Handroanthus avellanedae ).


Entre julho e agosto e agosto é possível observar um exemplar florescendo logo na entrada da Fazenda Citra, além da vistosa florada branca produzida pela árvore um outro fator que chama muito a atenção é o período prolongado do florescimento que se estende de 30 a 40 dias ao contrário do tradicional Ipê-Branco (Handroanthus roseo-alba) cujas flores caem entre 3 a 5 dias. 


Observando os detalhes das flores notamos que a corola da flor dessa variedade apresenta coloração amarela e as da espécie branca tradicional são rosadas do lado externo. Essa árvore é considerada de porte grande com tamanho variando entre 20 a 30 metros e deve ser plantada em grandes jardins, parques, alamedas, preferencialmente afastada de construções.


DICAS DE CULTIVO : 

Luz : Pleno sol .

Solos : Profundos, ricos em matéria orgânica e descompactados.

Observação :  Como essas mudas são obtidas de enxertia elas apresentam uma ramificação abundante e é recomendado podar os galhos em excesso para dar um melhor formato à árvore.

Texto e Fotos :  LUIS BACHER

Onde encontrar mudas :

DIERBERGER PLANTAS LTDA.
Fazenda Citra - Limeira - SP.
CEASA Campinas - Mercado de Flores - Box R-14
Tel. (19) 3451-1221
www.fazendacitra.com.br 




terça-feira, 6 de dezembro de 2016

A MUSSAENDA-DOURADA DOBRADA (Mussaenda x hybrid)

Mussaenda é um gênero de plantas floríferas pertencentes à família das rubiáceas e são conhecidas em torno de 190 espécies. São nativas de regiões tropicais e subtropicais da África e Ásia sendo que muitas dessas espécies são extremamente ornamentais e tornaram-se populares nas regiões de clima quente pelo mundo todo.


Durante os meses mais quentes e úmidos do ano desenvolvem-se vigorosamente e florescem abundantemente proporcionando um espetáculo sem igual, tanto pelas cores como pela quantidade de flores. As mussaendas são fáceis de identificar mesmo à distância pois esses arbustos ficam totalmente cobertos de sépalas brancas, rosas e vermelhas  permanecendo coloridas por um longo período. São bastante sensíveis a clima frio, principalmente as dobradas híbridas que na grande maioria foram desenvolvidas na Ásia em locais bastante quentes e úmidos. Temperaturas entre 6 e 7 graus podem queimá-las com queda total da folhagem.


Na verdade o que torna as mussaendas tão vistosas e impressionantes não são as flores e sim a enorme quantidade de sépalas coloridas que são agrupadas nos ponteiros dos ramos. As flores na realidade são pequenas e em formato de estrelas com cinco pontas e quase que imperceptíveis. Nas variedades simples cada florzinha é acompanhada de uma sépala, já nas dobradas pode haver até cinco sépalas por flor.


Uma das variedades de mussaenda introduzidas no mercado mais recentemente é a chamada Mussaenda-Dourada dobrada, cuja floração é bastante diferente das mais conhecidas, suas sépalas apresentam uma mistura de cores que vai do salmão, laranja ao amarelo. Essa mistura de cores dá um tom dourado à floração. O tamanho desse arbusto é bastante parecido ao dos outros cultivares ficando em torno de 2 a 3 metros.


A floração da Mussaenda-Dourada dobrada é espetacular e de longa durabilidade, o inicio ocorre entre outubro e novembro prolongando-se até maio e junho quando chega o inverno. Esse será o segundo ano de comercialização dessa variedade, com certeza será mais uma ótima opção para o paisagismo brasileiro.



DICAS DE CULTIVO :

Luz : Sua coloração fica mais expressiva quando cultivada  a pleno sol, em locais parcialmente sombreados o colorido de suas sépalas fica mais claro.                

Solos : Preferencialmente solos férteis, descompactados e bem drenados.

Origem : Ásia.


Texto e Fotos :   LUIS BACHER


Onde encontrar mudas :

DIERBERGER PLANTAS LTDA.
Fazenda Citra - Limeira - SP.
CEASA Campinas - Mercado de Flores - Box R-14
Tel. (19) 3451-1221
www.fazendacitra.com.br