sexta-feira, 20 de novembro de 2020

CACHO-DE-MARFIM (Buckinghamia celsissima)

  • A família das proteáceas tem cerca de 83 gêneros e mais de 1.660 espécies predominantemente distribuidas no Hemisfério Sul, principalmente na África do Sul e Austrália. Nesses dois países encontramos espécies ornamentais com floradas espetaculares que são utilizadas em arranjos florais e atualmente são despachadas para o mundo todo em containers refrigerados, até aqui no Brasil já encontramos essas flores disponíveis em floriculturas. Dentre essas espécies ornamentais podemos citar alguns gêneros como Protea, Banksia, Hakea, Embothrium, Grevillea, Stenocarpus, Telopea, Leucadendron, várias delas utilizadas largamente em arranjos florais. Aqui no Brasil ao longo dos anos foram introduzidas diversas espécies ornamentais e também uma de interesse econômico que é o caso da Nogueira Macadâmia (Macadamia ternifolia) bastante cultivada aqui nas regiões Sudeste e Nordeste. Nessa postagem vamos falar de uma espécie de proteácea ornamental que como a Macadâmia encontrou as condições climáticas necessárias e se desenvolveu muito bem por aqui, a árvore CACHO-DE-MARFIM (Buckinghamia celsissima, F.Muell.) de notável valor ornamental.


  • Essa árvore de folhagem perene é nativa do nordeste da Austrália, mesma região de origem de outra espécie famosa, a Roda-de-Fogo (Stenocarpus sinuatus). Quando cultivada com espaçamentos adequados pode atingir de 7 a 8 metros de altura, em situações de plantios adensados, entre outras árvores,  pode atingir porte bem maior.


  • Suas folhas quando jovens são lobadas e em fase de brotação apresentam coloração avermelhada o que torna a folhagem também decorativa valorizando ainda mais a planta quando usada em paisagismo. 


  • A floração dessa espécie aqui no Brasil ocorre de outubro até dezembro com flores que lembram bastante as das Grevileas porém com tamanho maior variando de 15 a 20 cm. de comprimento e também em maior quantidade. Essas flores são suavemente perfumadas e muito melíferas. Vale lembrar que o primeiro florescimento é bastante rápido ocorrendo entre o segundo ou terceiro ano do plantio.


  • Na Austrália ela é bastante usada em arborização urbana em locais de clima tropical e subtropical preferindo solos descompactados e ricos em matéria orgânica. No Brasil vem sendo utilizada no paisagismo ainda em pequenas quantidades devido ao fato de ser pouco conhecida. Os primeiros plantios em paisagismo foram feitos no município de Holambra - SP. através do paisagista Gustaaf Winters. 


  • A revista Natureza publicou uma matéria interessante sobre a Cacho-de-Marfim intitulada ''Cachinhos Exóticos'' com bastante informação sobre a árvore e material fotografado aqui na nossa coleção.


  • DICAS DE CULTIVO :
          Luz : Pleno sol.
          Solos : Descompactados e ricos em matéria orgânica.
          Usos : Plantio em grupos, alamedas ou de forma isolada.
          Origem : Australia 

          Texto e Fotos : LUIS BACHER 

           Onde encontrar mudas :

           DIERBERGER PLANTAS LTDA.
           Fazenda Citra - Limeira - SP.
           Mercado de Flores CEAFLOR - Boxes E-33 / 34 - Jaguariuna - SP.
           Mercado de Flores da CEASA Campinas - Box R-14 - Campinas - SP.
           Tel. (19) 3451-1221  Whatsapp (19) 99409-4072 Celular (19) 99143-5351

           www.fazendacitra.com.br 









sexta-feira, 17 de abril de 2020

XANTOSTEMO ou PENDA-DOURADA (Xanthostemon chrysanthus (F.Muell.) Benth.)

A família das mirtáceas reúne aproximadamente 144 gêneros de árvores e arbustos os quais são distribuídos em regiões de clima tropical, subtropical e temperado. No Brasil essa família é representada por espécies frutíferas bastante conhecidas como as Jabuticabas, Araçás, Guabirobas, Pitangas, entre outras. Já na Australia os principais representantes são os Eucalyptus mas o gênero reúne ainda outras tantas plantas de grande valor ornamental já bastante conhecidas como o Callistemon, Acmena , Leucospermum e outras mais raras como o XANTOSTEMO ou PENDA-DOURADA (Xanthostemon chrysanthus). E nessa postagem é justamente sobre o Xantostemo que vamos falar, sobre o seu notável valor ornamental e outras tantas qualidades dessa espécie que se desenvolve tão bem por aqui.

                                                                                   
                                            O gênero Xanthostemon conta com aproximadamente 45 espécies e é encontrado em toda a região tropical do norte da Austrália , também na Nova Caledônia, Nova Guiné, Indonésia e Filipinas. Esse nome é originário do grego Xanthos que significa amarelo e stemon que são os múltiplos estames.


Na Austrália são 13 espécies sendo que a mais conhecida é essa que estamos descrevendo nesse artigo, a Xanthostemon chrysanthus que por lá é conhecida  popularmente como Golden Penda. Por ser parente próxima da Escova-de-Garrafa que também é chamada de Calistemo, aqui na nossa coleção passamos a chamar essa árvore de Xantostemo.


Como falamos anteriormente essa árvore pertence à família das mirtáceas e em seu habitat natural pode atingir até 20 metros de altura mas quando cultivada em jardins ou em arborização urbana mantém um porte médio de 12 metros. É planta de fácil cultivo e desenvolve-se muito bem em condições de clima tropical e subtropical. Em regiões de climas mais amenos desde que não ocorram geadas também é possível cultivá-la.


Sua floração é espetacular , com flores em formato de esponjas compostas de inúmeros estames alongados na coloração amarelo-vivo os quais ocultam grande quantidade de corolas que armazenam muito néctar o que atrai muitas abelhas, beija-flores e outros pássaros nectarívoros.

         

Além da beleza de sua floração também reúne inúmeras qualidades paisagísticas. Seu crescimento é um tanto vertical o que resulta em árvores com a copa alta, mas também podemos lhe proporcionar um porte mais arbustivo através de podas de formatura iniciando esse procedimento com a planta ainda bem nova. Essas podas darão à planta um formato mais compacto e também com mais galhos, consequentemente ela florescerá em maior quantidade.


DICAS DE CULTIVO :

Luz : Pleno sol .
Solos : Vários tipos de solos, preferencialmente os mais ricos em matéria orgânica e descompactados.
Usos : Plantio em grupos, alamedas, arborização de ruas e também de forma isolada.
Origem : Austrália

Texto e fotos : LUIS BACHER

Onde encontrar mudas :

DIERBERGER PLANTAS LTDA.
Fazenda Citra - Limeira - SP.
Mercado de Flores CEAFLOR - Boxes E-33 / E-34 - Jaguariúna - SP.
Mercado de Flores CEASA-CAMPINAS - Box R-14 - Campinas - SP.
Tel. (19) 3451-1221 Whatsapp (19) 99409-4072  Celular (19) 99143-5351

www.fazendacitra.com.br